O impacto da pandemia no mercado brasileiro de casamentos e um estudo internacional sobre as novas c

A plataforma digital Icasei avaliou o impacto a partir do dia 11 de março. De acordo com o levantamento, o número de cerimônias teve queda de até 61,2% no comparativo com o mesmo período de 2019. Outros números da pesquisa:

  1. Queda de 87,2% no número de confirmação de presença dos convidados nos eventos.

  2. Redução de 97% no acesso dos convidados à lista de presentes virtual dos noivos. O que indica que os convidados estão deixando de presentear os noivos também pelo impacto do isolamento.

  3. A pesquisa mostra ainda que 32% dos casais com casamento marcado para o período de quarentena disseram que não precisaram mudar a data ou que ainda estão aguardando para decidirem o que vão fazer;

  4. 61% responderam que adiaram o casamento

  5. 3%, cancelaram e ainda não têm planos para marcar uma nova data; 4% não informaram.

Outro estudo interessante e bem completo foi feito pela plataforma digital The Knot (para noivas organizarem tudo do casamento). O serviço online criou um guia para a Covid-19. Entre os conteúdos está o material Casamentos depois da Covid-19. Vale a pena clicar e ver no detalhe pois muitas das adaptações podem ser seguidas também no Brasil. Destacamos alguns dos pontos. 

  1. distribuição de máscaras e luvas para os convidados.

  2. número de convidados (por enquanto) não está definido completamente. Mas ficará entre 10 e 49 pessoas.

  3. tudo vai depender dos estudos e indicações das autoridades. Ou seja, o “novo normal” nos eventos vai depender de mais informações que forem surgindo.

  4. as pessoas não vão deixar de celebrar. Talvez até valorizem mais os casamentos.

  5. mais procedimentos sanitários serão fundamentais. Formas mais criativas e eficientes de higienização das mãos serão cruciais. Tanto com álcool em gel quanto lenços umedecidos. Limpeza constante de superfícies e materiais descartáveis.

  6. bufês serão deixados de lado para evitar aglomeração. Ou seja, convidados serão servidos de forma mais individualizada.

  7. mais espaço entre mesas e distanciamento entre convidados.

  8. os casamentos serão mais intimistas, menores.

  9. o conteúdo do The Knot fala do óbvio com mudança na forma das pessoas se cumprimentarem e também quanto a um formato de eventos super personalizados.

  10. casamentos ficarão ainda menores.

  11. os convites serão mais detalhados com informações mais precisas sobre as novas condutas. Os sites dos casamentos terão mais informações para dar suporte nesse mesmo sentido.

  12. as tradicionais doações em dinheiro (que ocorrem em muitas culturas) serão trocadas por doações on-line em plataformas específicas já integradas ao site ou app da festa.

  13. transmissão do casamento ao vivo vai crescer muito.

  14. mais eventos em locais abertos.

  15. casamentos via Zoom e afins também vão crescer e muito

  16. Nos EUA os casamentos vão ocorrer mais durante a semana.

Veja mais aqui: The Knot

E por fim e não menos importante. Vera Simão, a mais famosa cerimonialista do Brasil comentou sobre como o mercado de casamentos ficará daqui em diante. Ela também pegou a Covid-19 e deu uma entrevista recente na Veja sobre essas transformações. Veja aqui: Menores e sem “destination wedding”: o novo normal de casamentos de luxo

Veja também: Marketing Básico para Fotógrafos

#fotografia #fotografiadecasamento #mercadofotográfico

0 comentário