NVIDIA Enterprise tem vagas para programa gratuito de aceleração de startups

NVIDIA Inception conta com mais de 8,5 mil startups ao redor do mundo, levando o objetivo de revolucionar os mercados com Inteligência Artificial

A NVIDIA Enterprise abre portas para startups brasileiras se inscreverem no programa NVIDIA Inception, que as ajuda a revolucionar os setores com Inteligência Artificial (IA). A plataforma de aceleração oferece gratuitamente suporte, experiência e tecnologia go-to-market, tudo feito sob medida para a evolução de um novo negócio. Atualmente, a rede global completa mais de 8,5 mil startups, incluindo a participação de centenas de startups da América Latina. Isso representa cerca de dois terços do número total de startups de IA em todo o mundo, conforme estimado pelo PItchbook.

Com um financiamento acumulado total de mais de US$ 60 bilhões e membros em 90 países, o NVIDIA Inception é um dos maiores ecossistemas de inicialização de IA do mundo. O programa investe em IA, ciência de dados e startups de HPC que estão aproveitando as plataformas NVIDIA para acelerar e amplificar sinergias de plataforma conjunta. As empresas do portfólio recebem uma variedade de recursos e suporte para expandir sua visibilidade e acesso na NVIDIA, assim como apresentações à vasta rede global de tomadores de decisões de tecnologia e capitalistas de risco da empresa.

“O NVIDIA Inception é um grande orgulho para nós. É mais uma forma de incentivar a ciência e as inovações tecnológicas, assim como promover diversos mercados no processo. O Brasil é um país com muitos profissionais incríveis e tem muito potencial para se tornar um polo de tecnologia, assim como outros grandes países no mundo”, explica Marcio Aguiar, diretor NVIDIA Enterprise para América Latina.

Apenas desde 2020, mais de 3 mil startups se inscreveram no NVIDIA Inception. Os dois principais setores no ecossistema atualmente são: saúde e serviços de TI. O segmento dominante nos serviços de TI é a visão computacional com 27%, com análise preditiva em segundo lugar (9%). Os dois principais segmentos em saúde são: análises médicas com 38% e imagens médicas com 36%, embora o crescimento mais rápido seja entre as startups de IA nas indústrias farmacêutica e de biologia de IA, com 15%. Outra área de destaque é mídia & entretenimento, que corresponde a 9% de todas as startups no programa.

No Brasil, o programa já conta com startups em diversos mercados, como finanças, saúde, segurança, entre outros. Alguns destaques do programa são: 

Noleak

A Noleak trabalha com soluções de hardware NVIDIA Enterprise, NVIDIA Metropolis, GPUs, TensorRT e Triton Inference Server para desenvolver Inteligência Artificial para detecção de comportamentos suspeitos ou de risco por meio de câmeras de segurança. A missão da startup é contribuir para acabar com a violência e acidentes no planeta utilizando análise de comportamento e IA de maneira autônoma. Com seu time de P&D e parcerias com universidades brasileiras e canadenses, a Noleak desenvolve soluções de inteligência artificial proprietárias que ainda não estão disponíveis para o público.

Atualmente, seu maior foco está nas empresas de segurança patrimonial e transporte de valores. A startup recebeu investimentos do grupo Brinks, no Brasil, e da aceleradora NEXT.AI, em Toronto, no Canadá — conhecida por ser a principal aceleradora focada em startups de inteligência artificial do mundo. A Noleak é reconhecida pela Singularity University, do Vale do Silício, por meio do Global Startup Program, como uma startup com potencial de impactar positivamente mais de 1 bilhão de pessoas nos próximos anos.

“Participar do programa de aceleração NVIDIA Inception é importante para democratizar o acesso a tecnologias de inteligência artificial de alto nível. É o caso da Agatha, que revolucionou o mercado de segurança como a primeira inteligência 100% autônoma capaz de aprender sozinha ao observar o comportamento de pessoas em câmeras de segurança. A partir das informações interpretadas, ela consegue prever riscos e ameaças – e emite alertas a tempo dos nossos clientes agirem e impedirem crimes e acidentes que poderiam custar diversas vidas”, observa Rafael Libardi, CEO da Noleak.

iSPORTiSTiCS

A iSPORTiSTiCS criou o conceito de SSVP (no original: smart sports video platform) para transformar a forma como se interage com conteúdo esportivo. A startup usa utiliza tecnologia da NVIDIA Enterprise, como SDKs da NVIDIA no AWS – incluindo Cuda e NVIDIA Maxine –, além das GPUs, para desenvolver soluções em Inteligência Artificial e Visão Computacional para interpretar e contextualizar tudo que acontece nos eventos esport