Museu de Arte Moderna de São Paulo apresenta nova edição do Clube de Colecionadores

Menina de branco, festa do Bonfim, Salvador, 1994, Mario Cravo Neto – obra comemorativa 20 anos do clube


Fomentar o colecionismo, incentivar a produção artística do Brasil e contribuir para ampliar e fortalecer o acervo de obras Museu de Arte Moderna de São Paulo. Esse é o cerne do Clube de Colecionadores do MAM, programa que ajuda, por meio do apoio de associados, no desenvolvimento da instituição. O lançamento de 2020 reúne obras inéditas de 11 artistas, são fotografias e gravuras comissionadas pelo Museu e produzidas em tiragens limitadas de 70 exemplares.

avaf, Cinthia Marcelle, Daniel Senise, Ivan Grilo e Lia Chaia são os artistas convidados por Eder Chiodetto, curador do Clube de Fotografia, para compor a nova edição. E, no ano em que o Clube completa 20 anos, o Museu presta homenagem a Mário Cravo Neto (1947-2009), um dos mais renomados fotógrafos brasileiros, com produção excepcional da obra Menina de branco, festa do Bonfim, Salvador (1994). Sob curadoria de Felipe Scovino, o Clube de Gravura reúne trabalhos de Ascânio MMM, Cadu, Débora Bolsoni, Marcelo Silveira e Vera Chaves Barcellos.

 Vera Chaves Barcellos.


Com mais de duas décadas de existência, o programa estreita os vínculos entre público, Museu e artistas. O apoio do público reflete na manutenção e atividades do MAM São Paulo e na expansão do acervo da instituição.

A associação a cada Clube – Fotografia ou Gravura – é anual e pode ser feita por meio do site do Museu . Os sócios podem adquirir de três a cinco obras comissionadas de um único Clube e têm benefícios que vão desde catálogos das exposições e entrada gratuita no Museu, até visita aos ateliês e participação em encontros com curadores e especialistas em artes visuais.

Concórdia 2020, Cadu


“O Clube de Colecionadores é fruto de uma parceria profícua entre o Museu, que organiza as ações junto aos curadores, os artistas, que doam suas obras, e os associados que apoiam a produção artística e a existência do próprio museu. O projeto se faz ainda mais fundamental dado o momento que atravessamos, com suspensão das atividades físicas dos equipamentos culturais por conta da pandemia do Covid-19”, diz Carla Lozardo, coordenadora do Clube de Colecionadores.

#MAMonline – O espaço físico do MAM São Paulo está fechado em função da pandemia do Covid-19, mas o museu se mantém presente no dia a dia do público por meio de uma intensa programação online. O #MAMonline traz ações artísticas, culturais e educativas que convidam a refletir, pesquisar e inspirar.

A programação diária é destinada ao público de todas as idades e traz propostas diversas. No site do Museu, é possível visitar mais de dez mostras emblemáticas exibidas nos últimos anos na instituição por meio de