Meta, dona do Face/Insta, está de olho no NFT

Matéria recente do Financial Times dá mais detalhes de como a rede social está de olho na tecnologia

A novidade surge na mesma semana que o Instagram anunciou um sistema de assinaturas para criadores. E quem sabe em algum momento as duas coisas se conectem. O sistema de assinaturas já começou a ser testado (nos EUA) para um pequeno grupo de influenciadores. Eles podem cobrar diferentes valores de assinatura direto no Insta (que vai de 9 a 99 dólares) e que dá aos assinantes acesso exlclusivo, lives vips, etc. Resta saber quando a novidade estará disponível no Brasil.

De acordo com o Financial Times, a Meta, dona do Facebook e instagram, está pesquisando e desenvolvendo formas de permitir que as pessoas criem e vendam tokens não fungíveis (NFTs) em suas plataformas. A matéria da FT indica também que os NFTs atualmente movimentam um mercado de US$ 40 bilhões e que deve seguir assim em crescimento. A tecnologia Novi Wallet da empresa seria utilizada no serviço, de acordo com pessoas que atuam na rede social. Em outubro passado, o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, mencionou que o metaverso deve oferecer suporte para “propriedade de bens digitais ou NFTs”. O artigo da FT afirma que eles estão “em um estágio inicial e ainda podem mudar” em termos de progresso com este projeto. No entanto, o CEO do Instagram, Adam Mosseri já tinha indicado em dezembro passado, que a empresa está “explorando ativamente os NFTs e como podemos torná-los mais acessíveis a um público mais amplo”. O assunto envolve polêmicas variadas. Como acusações de fraudes, bolhas especulativas e afins. Tem gente vendendo NFT de Jpegs, vídeos, Tweets, Memes e até coisas físicas com tal certificação. Vale mencionar que outras redes sociais estão trabalhando com a tecnologia. Caso do Twitter, por exemplo.

O fato é que a adesão de grandes empresas de tecnologia pode popularizar o NFT. A ver.

Veja também >>> Comece 2022 aprendendo e acertando o marketing do seu negócio de fotografia


#NFT #fotógrafo #mirrorless #fotografia #mercadofotográfico #instagram