Financiamento coletivo de “Multirão”, de Ari Baiense entra nos últimos dias

O fotógrafo Ari Baiense divulga seu primeiro fotolivro, “Multirão”. O trabalho é baseado em um projeto de mesmo nome, que representa uma associação de catadores de material reciclável em Curitiba. A publicação se encontra em pré-venda até o dia 31 de julho. Já o lançamento final deve ocorrer no final de agosto, de acordo com Baiense.

O fotógrafo conta que acompanha a vida dos catadores há 11 anos. “Muitos dos retratados já não estão mais entre nós, mas a semente que um dia foi plantada continua a florescer, mesmo que arduamente, e hoje podemos ver seus frutos: Catadores vivendo com mais dignidade e maior autoestima, em uma associação autogerida e autossustentável”.

baiense

Baiense conta que o livro é uma forma de celebrar e registrar essa experiência. Sobre as vendas antecipadas, ele explica: “Estamos realizando a pré-venda para viabilizar a impressão e proporcionar a continuidade de um projeto de segurança alimentar com a comunidade”. O fotógrafo ainda complementa que todos que fizerem a pré-compra terão seus nomes incluídos em uma página de agradecimento do livro. O projeto ainda conta com o apoio da ONG Casa da Videira e a Hellograf Gráfica e Editora.

As informações para aquisição do fotolivro estão disponíveis na página de Facebook do projeto.

MUTIRÃO (Edição bilíngue – Português / Inglês)

  1. Formato: 17 x 25cm

  2. 204 páginas

  3. 128 páginas em papel Couché 150g (Fotografias)

  4. 76 páginas em papel Pólen Bold 90g (Textos)

  5. Capa em papel Reciclato 240g

  6. Luva em cartão triplex 350g

  7. Tiragem prevista: 500 livros

#financiamentocoletivo #AriBaiense #fotolivro #curitiba #Multirão