Associated Press vai lançar marketplace com tecnologia NFT

A Associated Press anunciou que lançará um mercado de tokens não fungíveis (NFT) com foco em imagens emocionantes criadas pelos fotojornalistas da agência ao longo dos anos

A notícia é da CoinDesk, a plataforma será construída pela empresa blockchain Xooa, com a coleção inicial prevista para ser lançada no fim de janeiro. As temáticas podem variar de mudanças climáticas ao espaço, guerra ou mesmo trabalhos específicos de fotógrafos da agência. “Durante 175 anos, os fotógrafos da AP registraram as maiores histórias do mundo através de imagens emocionantes e marcantes que continuam ressoando hoje”, disse Dwayne Desaulniers, diretor de Blockchain e Licenciamento de Dados da agência de notícias.

Essa parece ser mais uma forma dos leitores apoiarem o jornalismo. A AP atualmente funciona como uma organização sem fins lucrativos, e os lucros da plataforma irão para o financiamento de suas histórias futuras. Nesta implantação de marketplace, foi dada ênfase à acessibilidade para todos os tipos de colecionadores para capacitá-los a se juntar a uma comunidade que compartilha seu interesse em fotografia”, resumiu o chefe de marketplaces da Xooa, Zach Danker-Feldman.

O marketplace permitirá que os colecionadores comprem, negociem e vendam seus ativos digitais, incluindo transações em marketplaces secundários. Os NFTs serão criados na blockchain Polygon. De acordo com o Insider, os colecionadores que quiserem as obras receberão NFTs dos fotógrafos juntamente com dados como hora, data, local e até mesmo o equipamento usado para fotografar.

#NFT #fotografia #blockchain #mercadofotográfico #fotojornalismo #instagram

0 comentário