Apartamentos e moradores compõe série do fotógrafo Bogdan Gîrbovan

Bogdan Gîrbovan é um fotógrafo que mora e trabalha em Bucareste, na Romênia, uma cidade onde 70% das residências são apartamentos. Ele mesmo mora em um.

Ao observar seus vizinhos do prédios ao lado, ele teve a ideia de criar uma série fotográfica onde pudesse registrar os moradores de um mesmo prédio.

Para ele, o projeto também está ligado a uma questão histórica e social. Quando os apartamentos foram construídos, na época da Romênia Comunista, por volta de 1965, o objetivo era alojar os cidadãos do país em apartamentos com design idêntico para “pôr fim a qualquer inclinação individualista, que fosse considerada uma ameaça ao ‘novo homem’ ”, diz Gîrbovan.

Leia também: A fotografia de rua de Greg Girard

O próprio fotógrafo viveu por três anos no 10º andar do prédio em que se concentrou para fazer as fotografias. Construído em 1966, é apenas um dos cerca de 70.000 blocos de apartamentos semelhantes em sua cidade.

Segundo Gîrbovan, a escolha foi feita “para ilustrar melhor a mistura de várias classes sociais sob o mesmo teto, exibindo apenas diferenças no caráter e no design do lugar”, diz.  Com isso em mente, cada foto foi tirada na mesma posição em cada um dos apartamentos de quarto individual.

A série é encantadora e mostra como a individualidade de cada pessoa pode ser refletida na maneira em que ela vive. Confira:

Apartamentos

1º andar, apartamento número 7 – Na imagem, uma senhora aposentada, que mora sozinha (e recusou a divulgar seu nome). Ela contou que trabalhou como desenhista de cédulas antes de 1989. Mora no prédio há 10 anos e é proprietária do apartamento.


Apartamentos

2º andar, apartamento número 12 – Mãe e filha, duas senhoras ilustres (recusaram-se a divulgar seus nomes). A filha, ex-atleta, viajou muito. Foi morar com a mãe depois que o marido faleceu. São proprietárias da apartamento.


Apartamentos

3º andar, apartamento número 17 – Apartamento à venda, os proprietários moram no exterior. Por cortesia do presidente do bloco de apartamentos, o senhor Cojanu Ilie, que tem a chave do apartamento, ajudou o fotógrafo a fazer a imagem. E ele concordou em aparecer no quadro sob uma condição: “Eu não vou olhar para a câmera … você sabe. Eu sou o presidente do bloco de apartamentos, afinal”.