3 excelentes motivos para investir no produto impresso na fotografia

Elementos fundamentais que deveriam servir de pilares para qualquer negócio de fotografia

Legado, posicionamento e recorrência. Estes três itens deveriam nortear sempre os esforços de fotógrafos e negócios de foto quando o assunto é impressão. O produto impresso merece essa reflexão por uma questão simples: é a base do marketing. Ou seja, não pensar em produto é não pensar no negócio. Mas vai além do que isso, pois basta mudar o foco para quem mais importa para entender o quanto o produto é realmente importante na fotografia. 

Homem de camisa branca com botões e segurando um computador tablet branco

1 – Legado – Pensar em produto impresso é pensar no cliente. O novo marketing envolve esse olhar mais humano e com foco no que as pessoas querem. Envolve personalização com as imagens delas não só no sentido de conter as fotos deles, mas sim de criar um produto (suas características e formatos) realmente de acordo com aquilo que o cliente aprecia. O desafio aqui é ouvir, entender e então criar o produto. O elemento principal do legado é maior do que o fotógrafo ou negócio de foto e até do que o próprio cliente,pois envolve algo que vai ficar por gerações. 

2 – Posicionamento – O marketing mais sofisticado envolve ter uma percepção na mente do cliente. Uma visão positiva do que você representa a ponto dele querer trabalhar de novo com você. O produto é carinho, cuidado e intenção de propósito. O especialista em fotografia se coloca como um agente das memórias que tem essa preocupação em entregar algo encantador, com a mais alta qualidade e que vai durar por gerações. No fim, o posicionamento entra aqui como elemento crucial por ser justamente a representação final do trabalho. Logo, o produto é também uma lembrança do serviço feito e de que o cliente pode contar com o especialista. Uma conexão forte que sempre estará lá no fundo da mente da pessoa atendida. “Foi aquela pessoa que fez para mim”. 

grayscale photo of Eiffel tower on top of white envelope

3 – Experiência – Sempre que tocar e olhar o produto ele terá uma experiência. A embalagem, o material em que foi confeccionado, o design e afins. A experiência que se liga aos outros dois pontos (legado e posicionamento) e que no fim se tiver o efeito maior que esperamos levará a recorrência. Se existe uma experiência positiva (lembre-se que também pode ser ruim) então adiciona valor. Não é de hoje que a experiência é relevante. O fato é que com a pandemia ela ganhou ainda mais valor. Vale para serviços e produtos e deve sempre ser uma busca para fotógrafos e negócios de fotografia. Aqui o desafio é sempre fazer a pergunta: será que a experiência é marcante e positiva de verdade? 

Obviamente existem outros bons motivos quando o assunto é produto. E de certa forma eles estão ligados aos 3 elementos citados acima. Personalização, recorrência, tecnologia e a capacidade de ouvir e criar para os clientes. O que não dá para esquecer é deste valor que a foto impressa leva para as pessoas e para seu negócio de fotografia. 

A quarta pergunta não estava na lista e é na verdade um convite: Que tal (re)pensar sua estratégia de produto e marketing para essa nova fase da fotografia? Conheça o P.I.C. Foto+Produto. Não é curso e é acessível e para você colocar a mão na massa de forma personalizada. O primeiro programa de inovação e criação de produto com foto do Brasil. Saiba mais aqui: PIC FOTO+PRODUTO

#fotógrafo #fotonopapel #fotografia #marketingparafotógrafos #mercadofotográfico #viverdafotografia #Polaroid