Autoral 4 meses atrás | Redação

Algumas das fotografias coloridas mais antigas do mundo

Um dos primeiros livros de fotografia em cores do mundo foi publicado usando a técnica Autochrome Lumière

por Revista FHOX

Quando falamos em fotografias antigas, geralmente nosso pensamento vai até as imagens em preto e branco. Mas antes de 1907 já era possível ver fotografias coloridas: um colorista profissional usava diferentes corantes e pigmentos para deixar as imagens coloridas.

first-color-photos-vintage-old-autochrome-lumiere-auguste-louis-30-593e39e452dd0__880Mervyn O’Gorman

Deposi de 1907, os irmãos Auguste e Louis Lumière mudaram tudo isso com um processo que eles chamaram de Autochrome Lumière. Usando grãos tingidos de amido de batata e emulsão sensível à luz, eles foram capazes de produzir fotografias vibrantes sem a necessidade de colorização adicional. Apesar de ser difícil de fabricar e também um pouco caro, o processo foi muito popular entre os fotógrafos amadores.

Depois dos irmãos, a Kodak levou as fotografias coloridas a um nível totalmente novo com a invenção do filme Kodachrome, em 1935. Uma alternativa mais leve e conveniente que rapidamente fez com que o Autochrome Lumière ficasse ultrapassado (embora sua popularidade continuasse na França até a década de 1950 ).

O Kodachrome também foi eventualmente ultrapassado pelo aumento da fotografia digital (a Kodak parou de fabricar Kodachrome em 2009), que agora é, de longe, a maneira mais popular do mundo de tirar fotos.

Notícias relacionadas