Indústria 1 ano atrás | Redação

Vendas de câmeras são afetadas pelos terremotos no Japão

Os fortes tremores em abril de 2015 ainda repercutem na produção de câmeras

por Revista FHOX

olympus_em5_ii

Segundo a matéria da Revista Amateur Photographer as vendas da Olympus e Nikon foram as mais afetadas, sobretudo no comparativo dos resultados do último trimestre (abril até junho) em relação ao mesmo período do ano passado.

A Olympus sentiu a redução em 25% nas vendas de câmeras de todos os tipos no período. Importante dizer que a marca estava com bons resultados antes dos tremores em Kumamoto.

No caso da Nikon, a queda do trimestre foi de 32% em comparação com 2015. Isso vale para as reflex e lentes. Em um comunicado internacional a Nikon disse que o declínio também é reflexo das flutuações cambiais e ao encolhimento do mercado de câmeras como um todo.

Mesmo com vendas em queda, a marca anunciou recentemente dados positivos de lucratividade. Graças a redução de custos e de boas vendas de produtos com valor adicionado. Caso dos modelos D5 e D500.

Notícias relacionadas