Smartfhox 3 meses atrás | Leo Saldanha

Smartfhox: as últimas notícias sobre fotografia com dispositivos móveis

Panono sai de cena, ZEISS e NOKIA de volta ao jogo, Novos Moto Mods e mais notícias do mundo mobile

por Revista FHOX

motomod360_625

Motorola apresenta novos Moto Mods – A Motorola anunciou uma nova câmera 360 graus para o modelo Moto Z. O módulo é fácil e prático de acoplar no smartphone. A próxima geração de acessórios foi apresentada pela marca em um evento na África (Gana).

A empresa já disse que deve lançar 12 Moto Mods por ano. Boa parte das novidades envolve fotografia. É o caso de um dos Módulos que vem equipado com uma potente câmera em formato de case. Dá até para inserir lente com altíssima qualidade no aparelho. Outro modelo vem com câmera rotativa. A única questão é quando essas novidades chegarão ao mercado internacional e por aqui. E é bom relembrar que a LG apostou nesse conceito modular e não deu muito certo. Mas pelo visto a Moto pensa diferente.

 

nokia-lumia-920-camera-
Nokia E ZEISS retomam a parceria clássica – lembra da união dessas marcas? Juntas criaram smartphones de altíssima qualidade para fotografar. Caso do 808 e do Lumia 1020. Agora as duas empresas anunciaram a retomada da aliança estratégica. A HMD Global e a CARL ZEISS prometem entregar a melhor experiência de imagem possível para um smartphone. Segundo eles, algo que irá redefinir os padrões de imagem na indústria de smartphones. Será mesmo ou é o marketing de sempre?
Arto Nummela, O CEO da HMD Glogal (dono da Nokia), disse que a colaboração com a ZEISS é uma parte importante do compromisso de oferecer a melhor experiência para os clientes. Vale lembrar que só nesse ano a marca lançou os modelos Nokia 3, 5 e 6 com enfoque em modelos de entrada ou intermediários. Os rumores indicam que o modelo Nokia 9 com a ZEISS terá câmera dupla de 13 MP. Sem outros detalhes técnicos. Ou seja, a união ZEISS e Nokia tem tudo para gerar dispositivos mais sofisticados. Agora é esperar para ver.

 

Panono-Panoramic-Ball-Camera-01
Panono foi do jeito que veio – o dono da marca que fabrica câmeras 360 graus anunciou que sai de cena. Jonas Pfeil disse em carta aos apoiadores que vai vender a empresa. Panono entregou 400 câmeras 360 graus para os clientes. A marca faliu em maio e a venda dos ativos vai ajudar a cobrir os custos e outras despesas de encerramento dessa empreitada. A má notícia é que os investidores que vieram pela plataforma de financiamento coletivo Indiegogo não serão ressarcidos. Trata-se de mais um caso de ideia que vai bem para levantar fundos no digital, mas que na prática não se mostrou v[ável. Para quem já tem a câmera, o sistema de nuvem que suporta os arquivos seguirá operando. A grande questão: será que veremos ações judiciais dos investidores do site Indiegogo contra a Panono? É possível.

 

red-smartphone-640x302
RED anuncia smartphone de 1200 dólares – o modelo foi confirmado pela fabricante. Chega a ser uma notícia surpreendente, já que a empresa é conhecida pela linha de câmeras ultra modernas de vídeo para cinema e publicidade. O modelo de smartphone premium foi batizado de Hydrogen One e vem com um engenhoso módulo de exibição holográfica. O lançamento vem com tela de 5,7 polegadas com nanotecnologia que alterna conteúdo 2D para 3D. Isso permite gerar uma experiência visual tridimensional. Algo com grande potencial para jogos ou para ver arquivos multimídia. Tudo lindo, mas como vai ser visualmente ninguém sabe ao certo. O que também é oficial é que o lançamento será compatível com as câmeras RED. A novidade chegará em duas versões: uma de alumínio de 1195 dólares e outra de titânio de 1595 dólares. Detalhe: a marca avisou que o design pode mudar e que os valores também. O que dá nítida impressão que tudo ainda está muito cru.

 

 

devices-01
Parceria Nat Geo e Optus – o acordo foi anunciado na Austrália nessa semana. Optus Mobile (operadora de telefonia móvel daquele país) vai oferecer acesso ao conteúdo da revista dentro de um app da revista. A novidade vale por 1 ano e meio para assinantes Optus em planos mais caros. A ferramenta vai disponibilizar 129 anos de conteúdo da famosa revista (poderão até acessar a primeira edição de 1888).

Segundo a impressa australiana, essa é o primeiro de muitos acordos da Nat Geo com parceiros globais. Cada cliente terá sua própria experiência personalizada. Com acesso a matérias, mais de 1500 programas, vídeos documentários (5 mil vídeos) e fotos (28 mil arquivos). E poderão ver os posts em tempo real da marca nas redes sociais dentro do próprio aplicativo. Trata-se de uma estratégia acertada da revista. Já que o ambiente das publicações impressas não é dos mais fáceis. Será que veremos algo parecido com a TIM, OI, Vivo ou Claro por aqui?

 

Notícias relacionadas