Smartfhox 2 semanas atrás | Leo Saldanha

Smartfhox: as (muitas) notícias do mercado mobile que talvez você não tenha visto

Snap quer comprar empresa de drone, celular com lente f/1.6, o vídeo da RED Hydrogen One e muito mais

por Revista FHOX

hovercamera2-800x450

O rumor é de que a Snapchat quer comprar outra empresa de drones (já tinha comprado uma na Califórnia). A Snap estaria de olho na Zero Zero, marca que produz os drones Hover Camera que são vendidos nas lojas Apple e que fizeram enorme sucesso na época do lançamento. Hover é super compacto e não oferece risco mesmo para voos em ambientes internos. O produto é inteligente e filme e fotografa o usuário automaticamente. A Snap quer levar o app para diferentes dispositivos como Óculos e drones e assim fugir da perseguição do Facebook (Instagram). Será que vai dar certo? A notícia não foi confirmada.

lg-v30-camera-f1.6-apertureLG V30 terá lente f/1.6? uma notícia também não confirmada e que vazou em dezenas de sites de tecnologia de fora. Segundo informações, o modelo terá câmera dupla e virá com o mesmo sensor do dispositivo G6 de 13 megapixel. Se a notícia for confirmada é um avanço e tanto em termos de abertura para fotografia com dispositivos móveis. O lançamento oficial será no fim desse mês.

Red-Hydrogen-One-Modular-Smartphone-1

RED Hydrogen One – a marca lançou um vídeo que mostra detalhes do super smartphone de 1200 dólares. O modelo traz câmera dupla de altíssima qualidade para fotos e vídeos e recursos holográficos avançados. Modular, o usuário vai poder encaixar lentes e o aparelho vem com acabamento especial em Kevlar . A tela tem 5.5 polegadas. Todos os detalhes do protótipo estão no vídeo abaixo…

Leica à venda e o interesse no mercado de smartphones. Duas notícias recentes no site da FHOX mostram que a marca está passando por transformações. A primeira informação é de que a Leica tem o sonho de lançar o Leica Fone. Algo que foi dito pelo CEO da empresa em uma entrevista recente. Não seria impossível, já que a Leica está presente com tecnologia fotográfica nos aparelhos Huawei. A outra notícia quente é que um dos investidores da Leica estaria vendendo 45% que possui da empresa. E fontes próximas dizem que a Zeiss e a própria Huawei estariam interessadas na compra.

apple-arkit-ar-glasses-future-1

Apple investe ainda mais na fotografia e realidade aumentada – não param de sair informações sobre os recursos futuros dos aparelhos iPhone. A primeira informação foi anunciada pela própria marca. ARkit que possibilita usar o smartphone de forma totalmente inovadora. Para a plataforma iOS 11 surgem aplicações divertidas. Caso do app que transforma o ambiente em um clipe do A-HA. Quanto a tecnologia de captura, a Apple está trabalhando em um sistema de inteligência artificial que reconhece ambientes e cenas para ajustar a câmera automaticamente para obter fotos melhores. Batizado de SmartCam, só resta saber se esse recursos estará disponível para iOS 11 ou no próximo iPhone. Falando nisso, Vic Gundotra (ex-vice-presidente do Google) disse um post recente no Facebook que fotografar com iPhone é muito melhor do que com Android. Seguidores discordaram dizendo que modelos de ponta da Samsung obtêm resultados superiores na hora de clicar. Parece que a eterna briga de qual marca é melhor para fotografar migrou também para os dispositivos móveis.

gopro-quick-stories

GoPro lança nova função no app para ajudar a contar histórias com as imagens feitas com câmera de ação da marca. Batizado de QuikStories, o recurso puxa automaticamente os clipes feitos com as câmeras GoPro Hero 5. O recurso cria um videoclipe prontinho para compartilhar. A novidade chega com a versão atualizada do app GoPro (antes conhecido como Capture) e vale tanto para Android quando iOS. Por enquanto disponível só para câmeras da série Hero 5. Ainda dá para misturar fotos e vídeos da biblioteca existente no smartphone. O usuário pode personalizar com efeitos de edição e filtros. O fundador da GoPro, Nicolas Woodman disse: O QuickStories é o maior lançamento da marca desde a criação da própria câmera GoPro. Essa evolução é tendência. Apps e sistemas automáticos que facilitam a vida do usuário na hora de contar histórias. Ou resumindo, ninguém tem mais paciência para ficar editando tudo no detalhe.

Meizu-PRO-7-back

Meizu lança smartphone com câmeras dupla e tela dupla. A criação da marca chinesa traz a câmera dupla na parte traseira e uma inovadora tela amoled também na parte traseira. Entre outras coisas, pode ser usado como visor rápido para selfies. Ou ainda para reproduzir músicas, mensagens e informações diversas. A câmera frontal vem com 16 megapixel de resolução. A configuração da câmera dupla é muito similar ao modelo Moto Z2 Force Edition. Com dois sensores Sony IMX368 de 12MP e RGB monocromático. Que combinados dão efeitos de profundidade e qualidade de imagem melhorada. As lentes trazem abertura de f2.0 e AF de detecção de fase disponível.

3

Editora Condé Nast vendendo fotopresentes – os assinantes poderão comprar itens com fotos aplicadas de produtos da marca. A venda ocorre no site da empresa e envolve publicações famosas do portfólio da Condé Nast. Caso das revistas Wired, The New Yorker e Vogue. Os assinantes poderão comprar fotos de capas e fotos lendárias dos arquivos da marca. Fotografias emolduradas ou adaptadas para produtos modernos. Como case de iPhone, cartões comemorativos ou camisetas. A ideia da marca é usar os fortes canais digitais da Vogue e The New Yorker para estimular a venda desses produtos com fotos. A Vogue tem 16 milhões de seguidores só no Insta e a ideia da editora é de logo logo oferecer a venda desses fotopresentes dentro das redes sociais.

MIT-Instant-Retouch-1_0

Google e MIT querem resolver as fotos direto na tela. Equipes das duas marcas estão trabalhando juntas para criar um sistema que promete retoque automático das imagens em tempo real. A ideia é clara: reduzir ou até eliminar o pós-processamento nas fotos. Algo que reduziria a força até dos famosos filtros de apps. Tudo funciona com inteligência artificial que aprendeu a retocar fotos de forma eficiente e rápida após treinamentos frequentes. O grande diferencial é que o efeito acontece direto no smartphone e não remotamente. E sem gastar muita bateria no aparelho. O vídeo abaixo aborda os detalhes da tecnologia.

Notícias relacionadas